• Nael Rosa

Atraso na coleta de lixo e falta de consciência de moradores causam transtorno no Santa Isabel

Foto: Jardel Lima

Além de lixo doméstico, moradores despejam entulhos no local

Somados, o atraso na coleta de resíduos e a ausência de consciência de alguns moradores da Rua José Afonso Gassier, bairro Santa Isabel, causam grande transtorno para quem reside na via, o que foi flagrado por nossa reportagem na tarde desta terça-feira (29) quando estivemos no local e constatamos a situação também vivida pela residente Maria Holanda Silva, 65 anos.


No contêiner postado pela prefeitura, o lixo que até esta manhã transbordava o recipiente e que causa extremo mau cheiro por ter em seu interior um animal morto.


“Horrível. Foram oito dias sem que a coleta viesse até este local. O fedor faz com que não se possa sentar em frente a casa e me obriga a manter a residência fechada mesmo com este calor”, reclamou a moradora, acrescentando que a situação se agrava dado a falta de consciência de quem ali reside.


“O pessoal não colabora. Colocam de tudo, inclusive móveis”, reclama Maria.


Conversamos com André Lopes Pereira, que responde pelo cargo de secretário de Serviços Urbanos até o dia 31 de dezembro. Ele admitiu o atraso, mas assegurou que o problema maior realmente é a ausência de consciência dos moradores.


“O atraso de oito dias foi devido ao caminhão apropriado para bascular os contêineres estar com problemas, e manualmente é impossível recolher o que colocam não só neste recipiente, mas em todos do gênero na cidade. Já não temos estrutura compatível com a quantidade de lixo gerado pela população, o que se agrava, pois colocam televisão, estofados e até vaso sanitário dentro das lixeiras. Nesse caso específico, tem uma ovelha morta no contêiner, então como o funcionário vai tirar com a mão?”, indaga Pereira.


Ele disse que as pessoas confundem lixo com entulho, e inclusive, enchem as lixeiras com sacos de grama e que é normal a equipe da limpeza urbana encontrar animais mortos, e tudo isso será um desafio para o próximo gestor da pasta com quem já tratou o problema.


“Disse a ele que será necessário fazer um trabalho forte de mídia com relação à consciência dos moradores para que estes finalmente entendam o que é lixo doméstico. Está bem complicada esta situação”, finaliza Pereira que assegurou uma solução para a situação e destaque ainda hoje.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com



226 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
eufalei.png