• Nael Rosa

Técnico de futebol piratiniense é contratado pelo Athletico Paranaense

Foto: divulgação

Weege vê a nova chance como uma grande oportunidade de crescer na carreira

O piratiniense Augusto Weege, 27 anos, deu em agosto deste ano mais um grande passo na carreira fora das quatro linhas do futebol. Ele assumiu como auxiliar técnico da Categoria Sub-14 do Athletico Paranaense, um dos grandes do Brasil.


Weege, que vai atuar ao lado do treinador Jonatan Silva, tem passagens pelo Fragata Futebol Clube, do ex-capitão da Seleção Brasileira, Emerson, onde ficou por três anos, também pelo Pelotas, ainda pelas escolinhas de futebol do Porto, de Portugal, e mais recentemente pelo Brasil de Pelotas e Vitória da Bahia, sendo que neste último ficou apenas oito meses.


“Existem várias questões que me fizeram sair do Vitória, entre elas a distância da família e algumas situações internas do clube, como a condição financeira, por exemplo. Sei que no futebol nós temos que abrir mão de muita coisa para melhorar de vida, mas precisava sair de lá, então optei por retornar para minha cidade. Agora vou lidar melhor com tudo isso, pois o salário e as condições de moradia são melhores e a distância do Paraná para o Rio Grande do Sul é bem menor”, explica.


O treinador, que e formado em Educação Física pela Universidade Federal de Pelotas, tem mestrado em treino desportivo de alto rendimento pela Universidade do Porto, e teve uma boa oportunidade ao atuar por um ano na Dragon Force, que abriga os atletas da categoria de base do Porto Futebol Clube, experiência que certamente irá lhe ajudar na função que agora exerce.


Ele destaca que coordenar garotos tem duas lógicas: uma delas e que é a principal, é formar jogadores para o clube colocar em campo e no mercado da bola. Mas lapidar bons cidadãos também está entre as funções de quem atua à beira do campo.


“Isso é muito importante. Estamos sempre preocupados em formar pessoas de caráter, afinal, talvez a maioria nem siga a carreira de jogador e precisam de valores bem estabelecidos para serem bons profissionais na área que escolherem”, opina.


Quanto às expectativas relacionadas ao novo clube, ele disse ver a experiência que agora passa a viver, como uma grande oportunidade para evoluir na profissão.


“ Aqui há grandes profissionais e jogadores de alto nível. Tenho certeza que vou aproveitar essa oportunidade que é trabalhar no Athletico Paranaense.


Reportagem: Nael Rosa

908 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png