• Nael Rosa

Briga entre animais acaba com cachorro esfaqueado na Avenida Maurício Cardoso

Foto: divulgação

Cachorro foi esfaqueado várias vezes e ainda corre risco de morte

Uma briga feroz entre dois cães ocorrida na tarde desta terça-feira (2) acabou com um deles esfaqueado por uma pessoa que o Projeto São Francisco de Assis ainda tenta descobrir quem foi, bem como saber quem é o proprietário do cachorro ferido com arma branca e que corre risco de morte.


Segundo a ativista Elenara Adamoli, que participou do resgate dos dois animais levados para clínicas veterinárias distintas, para separar a briga entre os bichos alguém esfaqueou um deles, fato que gerou um boletim de ocorrência junto à Brigada Militar.


“A proprietária do outro cachorro não quis revelar quem foi o autor das facadas, o que é um crime inafiançável. Ela se mostrou muito nervosa, pois seu cão também está ferido”, relatou Elenara, que criticou a ação criminosa.


“Foi uma barbárie que mostra o quanto o ser humano ainda é primitivo, pois enquanto dois animais irracionais estão se confrontando, alguém que tem a capacidade de pensar comete um ato de violência destes”.


Ela afirma que o cachorro ferido a faca tem tutor, já que ele não faz parte dos cães monitorados pelo Projeto São Francisco de Assis, portanto as voluntárias pedem para quem souber quem é o proprietário, bem como o autor das facadas, que faça contato com as ativistas.


Por fim, ela disse que, ao contrário do que afirmou a dona do outro animal ferido, este não estava no colo e sim solto na rua, situação que poderia ser evitada se todos respeitassem o que diz a lei.


“Temos testemunhas que afirmam que os dois cachorros estavam soltos, o que é proibido e deveria gerar uma multa aos tutores. Mas em Piratini as mesmas não são aplicadas. Cachorro tem que ser criado dentro do pátio, mas andam soltos nas vias, então nessa situação não tem ninguém certo”, destaca.


Reportagem: Nael Rosa


1.631 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png