• Nael Rosa

Chievo se prepara para disputar o Campeonato Gaúcho de Futsal, categoria Sub-17

Foto: divulgação

Equipe piratiniense disputará a competição estadual pela segunda vez

A Associação Esportiva Chievo começa dia 5 de junho, em jogo contra o Trianon de Canguçu, disputar o Campeonato Gaúcho de Futsal, categoria sub-17, portanto, para atletas nascidos em 2005.


Será a segunda vez que a equipe de Piratini vai encarar a competição e, para isso, tem treinado três vezes por semana sob o comando do técnico Fernando Farias e agora espera fazer uma campanha melhor do que do ano passado quando ganhou apenas um jogo e não passou da primeira fase.


“Pesou contra nós a inexperiência nesse tipo de competição. O cansaço causado pelas viagens também atrapalhou, mas o fator mais prejudicial, em minha opinião, foi que jogamos muitas partidas em quadras maiores do que a nossa. Isso fez com que os nossos jogadores cansassem mais rápido e atrapalhou nosso desempenho”, explicou Dione Xavier, presidente da Chievo.


Isso fará com que o time jogue dois dos seus cinco compromissos do quais é mandante, em Canguçu, o que vai ocorrer devido a adversários terem se recusado a jogar em Piratini.


Para que os jogadores da Chievo sintam menos a diferença de atuar em quadras com medidas que obedecem ao que exige a organização da competição, a equipe piratiniense está treinando na quadra coberta do Cancelão, dez quilômetros longe da sede, por esta ser maior.


De acordo com Xavier, outro ponto visto como um desafio em 2022, será a falta de recursos para bancar os custos da competição, já que o Chievo têm apenas dois patrocinadores.


“Vamos ter que fazer eventos para arrecadar dinheiro e também contar com a ajuda dos atletas. Quanto aos deslocamentos pelo estado, estamos mais tranquilos, já que a Prefeitura disponibilizará transporte para todas as viagens”, informou o presidente, que destacou ser necessário mais ajuda financeira, pois há a necessidade de bancar a arbitragem nos jogos nos quais a equipe é mandante.


“Temos um gasto em torno de R$ 500,00 com os árbitros, portanto precisamos de mais ajuda para isso”.


Quanto à expectativa, ele disse que estas são melhores, e que como se classificam quatro dos seis times da chave de seis, assim é possível sim passar para a próxima fase.


“Estamos mais bem preparados do que no ano passado. Há a confiança na classificação, pois os nossos jogadores estão cientes das dificuldades que vão encontrar, mas estamos com uma equipe tecnicamente mais equilibrada, assim esperamos nos classificar”, arremata.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com

95 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png