• Nael Rosa

Aglomerações políticas no feriadão em Piratini causam preocupação no secretário de Saúde

Foto: Maurício Goulart

Taddei alerta para problema complexo de resolver caso a contaminação dispare em Piratini

O Comitê de Operações Especiais de Piratini (COE), bem que tentou ao reunir na sexta-feira (9) todos os candidatos à Prefeitura do município, bem como os coordenadores de campanhas, mas nem todos os aspirantes ao Executivo, assim como muitos que são os candidatos ao Legislativo, respeitaram o tratado e alertado no encontro para que não se observasse o comportamento de risco visto no último final de semana e também no feriado de Nossa Senhora Aparecida.


Simplesmente o que se teve foi uma ignorância quase que total às normas determinadas por decreto municipal e também para que se evite a contaminação pelo coronavírus.


Alguns comitês estavam lotados, poucos, na verdade, não usaram máscaras e, em carreatas ocorridas pretendentes aos cargos eletivos também dispensaram o acessório e posaram para fotos com eleitores, registros postados em redes sociais.


As cenas apavoraram o secretário de Saúde do município, Fernando Taddei que, a pedido da reportagem, se manifestou sobre o assunto na terça-feira (13).


“Estamos preocupados e apreensivos com o que vimos e, prevendo que esse tipo de situação iria ocorrer, reunimos com os candidatos a prefeito para tentar evitar e para isso apresentamos uma cartilha elaborada a partir das orientações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Ministério da Saúde e Secretaria Estadual da Saúde, contendo orientações necessárias que pudessem comprometer a saúde da população”, disse Taddei.


Ele acrescentou que, lamentavelmente, o período eleitoral coincidiu com flexibilizações impostas pelo governo do Estado para a região que encontra-se sob bandeira amarela, o que passa a falsa sensação de segurança e de que tudo está sob controle.


Taddei disse que tanto ele como o COE, frisaram a importância das medidas comprovadamente eficazes para evitar o contágio da Covid- 19, como o distanciamento físico, uso da máscara, higienização das mãos e superfícies e outros, mas de fato, nada adiantou.


Indagado se o comportamento perigoso poderá acarretar no novo aumento de casos na cidade que já teve 55 constatados e tem apenas um ativo, o secretário respondeu:


“Não descartamos que isso possa acontecer e, imaginem o tamanho do problema caso isso venha a acontecer para que busquemos todos os contactantes de pessoas talvez contaminadas. Precisamos da conscientização de todos, bem como também dos candidatos”, concluiu.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 53- 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com

340 visualizações
funeraria.jpg
1/2
1/2
Registre-se no nosso site e receba avisos de novas notícias!
  • perfil oficial

© 2021 por Nael Rosa. Produzido por Piratini Commerce