• Nael Rosa

Diretora do Museu Histórico Farroupilha vai receber o Brasão de Piratini

Foto: Nael Rosa

Francieli hoje dirige o museu que visitava frequentemente quando era criança

Por iniciativa do vereador Mauro Castro (MDB) a diretora do Museu Histórico Farroupilha, Francieli Domingues Corral, é uma das homenageadas com o Brasão de Piratini, comenda que será entregue em dezembro deste ano.


Francieli é formada em História, mas atualmente também busca formação em Pedagogia, para, segundo ela, poder desenvolver materiais didáticos para o público infantil, pois conforme sua visão, a paixão pela história deve começar desde muito cedo, assim como ocorreu consigo, pois, desde os 7 anos passou ser presença constante no museu que hoje dirige.


“Quando fui pela primeira vez ao museu com meu tio Brasiliano Teles de Moura, um apaixonado por cultura e vi todo o acervo existente, fui conquistada. Foi como tudo de materializasse. Posso assegurar que essa foi a causa de tudo que veio depois, o que me fez eu optar e me formar em história”, revela a professora, piratiniense nascida na Costa do Bica, 3º Distrito, onde também recebeu a contribuição dos pais para a escolha da profissão.


“Meus pais, mesmo sendo pessoas humildes e de pouca escolaridade, sempre me contaram muitas histórias sobre nossos antepassados, e quando cheguei ao Museu foi como se tudo se materializasse, despertando em mim a necessidade da busca cultural”, relembra Franciele, que aos 13 anos já era uma conhecedora em detalhes da Guerra dos Farrapos, tendo o prazer de na fase adulta, ter dado vida a Anita Garibaldi, uma das principais personagens da revolução que durou dez anos.


Ela recorda que quando foi convidada pela Secretária de Cultura Beatriz Araújo, foi tomada por muitas emoções e viu naquele momento todos os sonhos de infância começarem a ser construídos, tarefa que assegura não ser nada fácil.


“Não é nada simples. Se faz necessário ser administrador público, o que te obriga a ter uma série de conhecimentos, entre eles Museologia, restauração, patrimônio e muito mais. Minha vida mudou e certamente quando eu não ocupar mais o cargo serei uma nova profissional”, entende a diretora, que é grata pelo reconhecimento que agora vem através da Câmara de Vereadores.


“Agradeço ao vereador Mauro Castro e recebo esse reconhecimento em um momento que precisamos nos utilizar de novas maneiras de trabalhar e sensibilizar as pessoas. Tenho 26 anos e minha vida toda foi dedicada à cultura do município, mesmo que muitas vezes tenha me sentido sozinha por acreditar, por exemplo, no potencial turístico que temos. Então obrigado em meu nome e também de todos que acreditam no povo dessa cidade que tanto fez para fundamentar a história gaúcha e a brasileira”, concluiu.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com






129 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png