top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Enchente danifica motores da Corsan situados no Rio Piratini e ocasiona falta de água na cidade

Foto: divulgação

Casa de máquinas foi invadida pelas águas da chuva e danificou os motores

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), aguarda que a chuva pare ou, ao menos diminua para que a equipe de manutenção possa acessar a casa de máquinas e com isso avaliar os danos causados pela enchente nos motores localizados no Balneário Carlos Carvalho onde o Rio Piratini está dois metros e meio acima do normal.


De acordo com o gerente da Companhia, Daniel Gautério, os motores pararam por volta de 10h desta quarta-feira (13), mas como o volume do rio estava muito alto, não foi possível entrar para fazer o conserto.


“Por volta de 16h de hoje o nível foi reduzido em 50 centímetros, mas para que a equipe, que é de Capão do Leão entre, se faz necessário que a redução seja de no mínimo de mais 40 centímetros”, disse Gautério.


Ele informou ainda que a chuva incessante que cai em Piratini há quase uma semana já causou outros transtornos, pois a água passou a chegar nos tanques com muita areia, trancando os reservatórios, e que por isso foi preciso a utilização de uma bomba de sucção para fazer a limpeza.


Por causa de tantos empecilhos, já falta água na cidade e, por isso, Gautério pede que a população economize o líquido, já que a volta à normalidade depende da chuva dar uma trégua.


Reportagem: Nael Rosa

370 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page