top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Após passagem do ciclone, secretário garante que os estragos em estradas e pontes foram mínimos

Foto: divulgação

Grande maioria das pontes da zona rural resistiram à enchente

O secretário de Infraestrutura e Logística, Alessandro Kruause, disse na segunda-feira (17) que a Prefeitura de Piratini tem motivos para ficar satisfeita, pois mesmo com a maior enchente dos últimos três anos no município, ocorrida na semana passada, os estragos foram mínimos no tocante às estradas e também às pontes.


De acordo com Krause, 85% das travessias que permitem trafegar pela zona rural ficaram submersas com a passagem do ciclone extratropical, o que levou a inicialmente pensar que a destruição seria imensa nesse sentido.


“Ao circular pelo interior e presenciar tamanha enchente, tive a certeza de que seria bem pior. Ainda bem que eu estava errado, pois quando a água baixou nos mostrou que os maiores problemas que temos são quanto ao aterro das cabeceiras de 20 pontes que já estamos trabalhando para corrigir”, disse o secretário, que tem uma explicação para o estrago considerado mínimo.


“Sem dúvida isso aconteceu devido à qualidade do serviço realizado pelos funcionários que integram a equipe. Eles estão tendo mais cuidado com a parte de amarração da estrutura, assim estas ficam mais firmes nos locais onde estão situadas, o que faz com que mesmo com muita água, elas continuem no lugar”.


Com relação aos mais de 7.200 quilômetros de estradas, Alessandro Krause falou que a avaliação também é positiva, já que nenhuma ficou totalmente interditada por causa do barro, buracos ou alagamentos.


“O que temos são alguns pontos que vão precisar de manutenção, mas as principais, que ligam a cidade ao Cancelão, a Pinheiro Machado e ao Polo Madeireiro, por onde sai praticamente toda a produção de madeira de Piratini, nossas equipes já estão fazendo as correções necessárias”, garante.


Reportagem: Nael Rosa

96 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page