top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Campanha para arrecadar dinheiro para família de menino com câncer no rim, viraliza nas redes sociais

Foto: divulgação

Bernardo foi diagnosticado com Neuroblastoma no rim direito em 2 de fevereiro deste ano

Uma vaquinha online, com o objetivo de captar recursos e com isso  custear as despesas, bem como o futuro tratamento que, certamente o menino, Bernardo Borges Sigales, de apenas 3 anos, vai precisar após a cirurgia, viralizou nas redes sociais na terça-feira (6), data em, que a família do garoto, cujo a mãe é a pinheirense, Eduarda Pereira Borges, 34 anos, passou a pedir ajuda, inclusive,  do site Eu Falei Piratini e do seu parceiro, Blog Pinheironline, na intenção de ampliar a divulgação da campanha.


Bernardo, que está internado no Hospital Criança Conceição, em Porto Alegre, tem Neuroblastoma, um tipo de câncer infantil que atingiu o seu rim esquerdo, diagnóstico confirmado no segundo dia de fevereiro deste ano, após exames e um período no Pronto Socorro do Hospital São Francisco de Assis, em Pelotas, cidade onde ele reside com os pais.


" Nos vimos obrigados a pedir ajuda, pois eu e minha esposa, largamos os nossos empregos para passar a cuidar do do Bernardo. Assim, estamos sem renda, mas continuamos a ter todas as despesas mensais em Pelotas, como por exemplo, o aluguel. Nossa situação financeira é bem difícil, embora tenha começado a dar sinais de melhora quando a vaquinha para conseguir dinheiro passou a circular nas redes sociais", explicou, Rodrigo de Souza Sigalles, 33 anos, que, em decorrência da falta de dinheiro e estrutura, afirma ter dormido por uma semana no próprio carro após a internação do pequeno na capital.


"Essa parte poderá ter solução, uma vez que, um senhor que soube da nossa situação, ofereceu um quarto para descansarmos", comemorou o personal trainer, que se reveza com a companheira nos cuidados com o filho.


A vaquinha online lançada na noite do dia 6, em menos de 24 horas já havia arrecadado mais de R$ 13 mil, valor que, Sigales, faz questão de esclarecer: não será usado para o procedimento cirúrgico o qual, é certo que Bernardo será submetido.


"Sim, ele vai ser operado, pois está com uma massa em uma das extremidades do rim afetado, o que causa nele muita dor, graças a Deus, reduzida com a medicação que passou a receber. Mas a cirurgia será pelo SUS, ou seja, não terá nenhum custo. Os pedidos de doações que também podemos receber através das nossas chaves Pix, são para nos manter no hospital cuidando dele, o que, devido ao caso ser complexo, será por um longo período", prevê.


De acordo com  o pai do menino, os valores arrecadados também poderão servir para pagar um advogado, já que a espera pelo procedimento sem custo deverá ser longa.  Diante dessa realidade, a intenção é acionar a Justiça com o objetivo de acelerar a realização da cirurgia e o início do possível tratamento.


"O resultado da biópsia deverá sair depois do dia 20. Só após isso, os médicos dirão se nosso filho vai ter que fazer quimioterapia, o que é quase impossível não ocorrer nesses casos", disse Sigales, que se mostrou preocupado com   a demora das possíveis soluções para quem adoece e depende do Sistema Único de Saúde.


 " Esperar na fila do SUS, sistema que no papel parece ser algo eficaz, é algo exaustivo, afinal, a funcionalidade dele é bem diferente", critíca. 


Indagado sobre o atual estado de saúde do único filho, ele disse que, aparentemente, ele está bem, muito embora, já tenha manifestado estar irritado com a rotina comum a que os internados são obrigados a ter em um hospital. 


" Ele não está debilitado e, por ser apenas uma criança, é claro não tem noção da gravidade do que tem. Então, exceto quando manifesta o desejo de voltar para casa, brinca e sorri durante quase todo o tempo. Mas o caso do Bernardo é sim muito complicado", afirma.


Por fim, Rodrigo Sigalles externou que, ele e esposa sofrem ao ver o filho nessa situação, mas que há muita esperança de saírem do hospital, embora isso vá demorar  muito, com o pequeno curado.


" Estamos impotentes. É triste saber que ele está doente, ver nosso "bichinho" sofrendo com algo que para um adulto já é complicado de aceitar e conviver. Estamos abalados, mas dependemos do SUS, mesmo assim, temos muita esperança na cura dele", finaliza.


Chaves Pix para doações: CPF: 02076782001 - Eduarda Pereira Borges


Celular: 48 991167228-  Rodrigo de Souza Sigalles



Reportagem: Nael Rosa

421 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page