top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Diretoria do Guarany busca verbas para a construção de um espaço para as categorias de base

Foto: divulgação

Pelo projeto, fachada passará a ser um cartão de visitas para quem chega ao município

A diretoria do Esporte Clube Guarany, tradicional equipe de futebol da Capital Farroupilha, se movimenta para buscar verbas que proporcionem tirar do papel um projeto que, quando pronto, vai alterar a fachada de seu estádio que vai se transformar em um cartão de visitas para quem chega ao município, já que o mesmo fica estrategicamente localizado próximo à ERS 702, entrada de Piratini.


Conforme o presidente, Régis Drum, o objetivo principal é criar um espaço para os atletas das quatro categorias de base, inclusive feminino, o que irá proporcionar uma melhor atuação dentro do projeto social do clube.


“Claro que não servirá somente para este fim, pois além de podermos contar com um local para abrigar as palestras para meninos e meninas, também queremos ter um espaço para eventos, sejam estes promovidos por nós ou por terceiros. Recentemente tivemos acesso a valores repassados pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (Comdica), o que proporcionou ao Guarany adquirir alguns jogos que hoje, pela ausência de uma estrutura adequada, são instalados ao ar livre”, explicou Drum.


Para o presidente, após conseguir esses recursos que também serão pleiteados por políticos do município que vão à busca de emendas parlamentares, será possível erguer o novo espaço no estádio, certeza proveniente da quantidade significativa de pessoas que já se dispuseram a atuar com a mão de obra.


A viabilização da alteração da fachada, projeto desenvolvido pelo escritório de urbanismo Luana DAvila, vai oportunizar um trabalho extra campo para os mais de 100 integrantes da base, estes com idade entre 7 e 17 anos, o que tem influência direta na renovação da equipe.


“Esse projeto existe desde 2018 e, os garotos mais velhos e que passaram à maioridade, hoje já atuam na equipe principal do time, pois até então essa estava com idade muito adiantada. A realidade agora é outra, pois a base tem fornecido atletas que agora nos permite continuarmos competitivos”, garantiu Drum.


Reportagem: Nael Rosa

330 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page