• Nael Rosa

Após invstimento de R$ 1,9 milhão, hospital de Piratini passa oferecer serviço de tomografia

Foto: Virgínia Dutra

Tomógrafo é de última geração e era um sonho perseguido pela atual diretoria

Após um investimento que chegou a R$ 1,9 milhão, o Hospital de Caridade Nossa Senhora da Conceição de Piratini passou a oferecer o serviço de tomografia computadorizada através de um aparelho de última geração, o que segundo Laerto Farias, diretor da instituição, é a realização de um sonho até então perseguido pela atual gestão.


“Ganhamos muito, é uma mudança de nível do nosso hospital. Agora para suspeitas de traumatismo craniano, acidente vascular cerebral e fraturas, por exemplo, que até então o paciente precisava ser deslocado para Pelotas, o diagnóstico será todo em Piratini, o que vai gerar uma economia significativa de tempo e de recursos”, salientou Farias.


O tomógrafo foi adquirido com recursos próprios, mas o diretor frisa que a parceria com a Prefeitura foi muito importante para a compra do mesmo, bem como a construção da estrutura que o abriga, já que o município investiu R$ 103 mil na compra de exames que podem ser agendados pela Secretaria Municipal de Saúde.


“A Prefeitura comprou 240 exames e isso foi importante para que pudéssemos implantar o serviço. Além desses, também faremos particular e pelo IPE”, explica o diretor, garantindo logo a seguir que, a partir de 2023, tentará credenciar também pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para que toda a população possa, caso necessite, fazer seus exames.


“Credenciar pelo SUS não depende de nós, e sim do estado, mas esperamos que já no ano que vem isso seja possível”, explica.


A interpretação dos exames será online e funcionará 24 horas por dia, o que será possível devido a contratação de dois radiologistas que darão ao médico de plantão o resultado da tomografia muito rapidamente, o que destaca Farias, será muito importante.


“O resultado da tomografia saíra imediatamente à realização da mesma, independente do horário em casos que requerem urgência, e em até quatro dias para casos eletivos, e isso é outro ganho que proporcionaremos ao paciente com o exame sendo feito na nossa cidade”, finaliza Laerto Farias.


Reportagem: Nael Rosa

219 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png