• Nael Rosa

Médicos decidem amputar também o braço direito da idosa atacada por pitbull

Foto: divulgação

Idosa teve o rosto dilacerado pelo animal da raça pitbull

A idosa de 71 anos atacada no dia 19 de março por uma cadela da raça pitbull, incidente que ocorreu no Assentamento Santo Antônio, zona rural de Piratini, está em estado grave na Santa Casa de Pelotas.


Alzira Grígolo teve o corpo dilacerado pelo cão, inclusive o rosto que ficou desfigurado, e os dois braços, sendo que o esquerdo já foi amputado pela equipe médica.


Segundo Roseli Severo, filha da vitima, os médicos tentaram de todas as formas evitar a amputação também do braço direito, mas o processo infeccioso está muito avançado e o membro também terá que ser cortado.


“Quando recebi a notícia sobre a possibilidade de amputação também do outro braço, entrei em desespero e me ajoelhei aos pés do médico pedindo para ele não deixar minha mãe ficar sem as duas mãos, mas não tem mais o que fazer”, lamenta Roseli.


O fato ocorreu quando Alzira se deslocava a pé para a casa de um dos filhos onde iria participar do aniversário de uma das netas. Segundo relato da filha, ao passar em frente à residência de um vizinho, a idosa foi atacada pela cadela que também causou graves ferimentos em sua barriga.


“Estamos destruídos emocionalmente. Agora só por Deus para a minha mãe não ficar sem os dois braços. Queremos justiça para este caso, pois já havíamos avisado esta família sobre os riscos que é ter um cão desta raça, inclusive alertei a dona dele quando ele fez menção de atacar o filho dela, mas eles não deram importância”, relembra Roseli. Ela assegurou que vai processar os proprietários no animal.


“Não pretendemos dar nenhuma chance para ele. Queremos que o dono do cachorro pague pelo o que ocorreu com nossa mãe”, finaliza.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com


3.225 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png