top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Karoline Farias passa por cirurgia no cérebro e irmã pede que a corrente de orações continue para a sua recuperação

Foto: Polícia Rodoviária Federal

Ecosport em que vijavam os piratinienses ficou destruída após chocar-se com um caminhão

Karine Farias, irmã da atendente de farmácia, Karoline Farias, 31 anos, uma das vítimas do acidente grave ocorrido na segunda-feira (29) no quilômetro 125 da BR 392, informou na tarde da terça- feira (30), que a comerciária, internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Francisco de Paula, em Pelotas, está em estado estável, porém, ainda complicado em decorrência do traumatismo craniano ocasionado pelo choque do carro em que viajava com um caminhão Volvo, cujo condutor saiu ileso.


“Minha irmã não tem qualquer fratura no restante do corpo, mas está com edemas no cérebro e isso levou a equipe médica a realizar uma cirurgia na madrugada desta terça. O procedimento, graça a Deus,  correu bem e os médicos conseguiram fazer todo o planejado  na intenção de tentar  desfazer  os coágulos. O estado dela  é estável, ou seja: não piorou, mas também não melhorou,” informou Karine.


A colisão transversal envolvendo os piratinienses aconteceu quando eles voltavam  da praia, em São Lourenço, onde a família veraneava. No carro destruído com o choque, estavam ainda os pais da vítima: Neide e Santa Verônica Farias, e o amigo Carlos Roberto de Oliveira Farias, 68 anos, conhecido por Viola, e que não resistiu à gravidade dos ferimentos, vindo a falecer.


“O Viola estava sempre conosco, era nosso amigo. Meus pais não se feriram e apenas estão com dores no corpo, mas nada, além disso, o que é um milagre se for levado em conta o estado em que o carro ficou”, avaliou Karine, que  também estava na praia e seguia viagem  em outro veículo.


Desde que o sinistro chegou ao conhecimento da comunidade de Piratini, uma corrente de orações pela recuperação de Karoline ganhou as redes sociais, movimento que sua irmã pede que continue.


“Sigam rezando, pois ela está precisando muito. Se Deus quiser, minha irmã vai sair dessa, mas é sim preciso que muita gente ore e torça por ela”, concluiu Karine.


Reportagem: Nael Rosa


 

 

2.051 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page