• Nael Rosa

Secretário de Habitação de Piratini anuncia que mais 11 casas serão construídas em 2022

Foto: Nael Rosa

Secretário anunciou a entrega de mais 11 unidades ainda este ano

A Prefeitura de Piratini está prestes a entregar mais oito unidades habitacionais do Programa Chalé Solidário, todas no perímetro urbano do município, e que se somarão as quatro já entregues no Cancelão, bairro distante dez quilômetros da sede.


De acordo com Cléber Coelho, secretário de Habitação, ainda estão previstas para este ano mais 11 unidades, todas elas no Cancelão, construídas em frações que há 10 anos já estavam prontas para serem doadas, mas que não beneficiaram a comunidade daquela localidade.


“Ainda não é um loteamento, pois para isso necessitaria de algo em torno de R$ 2 milhões, valor necessário para a rede de energia elétrica, hidráulica e rede de saneamento básico, mas onde já é possível construir, estamos fazendo, doando o terreno e um chalé de 18 metros quadrados com sala/cozinha, um dormitório e um banheiro. Sabemos que é algo pequeno, mas serve como pontapé inicial para que os contemplados possam aumentar e acomodar toda a família”, destaca Coelho.


Para erguer as primeiras 12 residências, o município investiu R$ 300 mil, e o novo aporte de recursos para este ano está previsto em R$ 320 mil.


Conforme o gestor, o entrave para que outros programas beneficiem a população de baixa renda está na ausência de documentação de terrenos que já estão sob a posse dos proprietários.


“Em muitos casos a pessoa possui somente um contrato de compra e venda do terreno, quando na verdade para se beneficiar de programas como o A Casa é Sua, do governo do estado, é preciso ter a escritura. Essa situação fez com que auxiliemos para regularizar o maior número de terrenos possível e com isso possamos ampliar o montante de moradias doadas em 2023”.


Segundo o secretário, a espera por habitações ainda é grande, mas a avaliação da administração municipal é positiva, pois o processo que estava parado há vinte anos foi destravado.


“A fila de espera chega a 500 famílias, mas para nós é uma satisfação poder ajudar a comunidade, não só doando os terrenos, mas também a casa. Para melhorarmos isso, apelamos a todos os vereadores que atuem junto aos seus deputados federais e com isso consigam que Piratini receba emendas parlamentares destinadas à construção de moradias”, finaliza.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com

212 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png