• Nael Rosa

Moradora que já teve seis animais envenenados no Santa Isabel repudia ato criminoso


A prática criminosa de envenenar animais, principalmente os que vagam pelas ruas de Piratini, há dois anos tem feito vítimas na Rua Afonso Gassier, Bairro Santa Isabel, o que agora, de fato, hoje impede que se visualizem cães e gatos circulando pela via próximo as capelas mortuárias.


Nesta quarta-feira (04), a moradora Terezinha Bueno Machado, passou, pela sexta vez, o drama de ter um de seus bichos de estimação mortos pelo veneno que, geralmente é colocado em um pedaço de carne para mais facilmente atrair as presas.


Ela conta que, mesmo o seu quintal sendo fechado, mantém os seus bichos presos, mas um descuido essa manhã foi fatal para que mais um de seus pets fosse morto.


“Bastou um descuido e foi suficiente. Duas vezes por dia eu os solto dentro do quintal e hoje a Pretinha, que recolhi da rua em 2018, se soltou na corrente, encontrou o portão aberto e saiu. Menos de dez minutos depois ela voltou babando pela boca e morreu. Foi tudo muito rápido, não deu tempo de fazer nada”, contou a proprietária.


Terezinha disse que o envenenamento é constante nas redondezas, tanto que sua vizinha teve dois cachorros que eram criados dentro do pátio, também mortos dessa forma, ou seja, o alimento com a substancia foi jogado propositalmente para dentro da residência, o que para ela, demanda um ato de crueldade.


“Em minha opinião quem faz isso é desprovido de amor. É algo horrível. Entendo que as são pessoas que matam animais entendem ser algo comum tirar uma vida de um ser que não merece ser maltratado É lamentável”, disse a proprietária.


Reportagem:Nael Rosa

Contato: 53- 9-99502191

Email: naelroseufalei@gmail.com

596 visualizações
funeraria.jpg
1/2
1/2
Registre-se no nosso site e receba avisos de novas notícias!
  • perfil oficial

© 2021 por Nael Rosa. Produzido por Piratini Commerce