top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Amor ao próximo: moradoras do Rodeio Velho preparam e doam 680 pães para as vítimas do desastre climático

Foto: Nael Rosa

Zilda, Valéria , Sandra e Rose, que não pode se fazer presente durante a entrevista, confeccionaram e assaram 680 pães para alimentar as vítimas do desastre na grande Porto Alegre

Iniciativas que servem de exemplo no tocante a atos solidários se repetem e partem principalmente das cidades que, felizmente, não foram atingidas pela catástrofe causada pela força da natureza no Rio Grande do Sul, tem comovido ainda outros estados do país, sendo este gesto, o de “estender as mãos ao próximo”, inclusive em momentos difíceis, replicado por milhões de brasileiros que, de "corações partidos", de alguma forma estão prestando socorro às vítimas dessa tragédia.


A população de Piratini, que é de pouco mais de 17 mil habitantes, tornou a se mobilizar no início da semana e, na segunda-feira (6), após duas carretas partirem lotadas de doações: agasalhos, colchões, cobertores, alimentos e água, destinadas aos municípios da região dos Vales, e o resultado do novo movimento, novamente foi outras duas carretas abarrotadas com o mesmo conteúdo, que partiram na madrugada de sábado (11) às 03h da manhã, desta vez para a cidade de Nova Santa Rita, base  que, assim como tantas outras que estão situadas em torno da Capital, Porto Alegre, foi devastada.


Uma das ações que exemplificam estes tantos gestos de amor, partiu de quatro moradoras do interior, localidade Rodeio Velho, quase na divisa entre a Capital Farroupilha e Canguçu, pela rodovia ERS- 265.


A partir de uma indagação silenciosa, a  produtora rural,  Sandra Ulguim, 53 anos, 680 pães caseiros foram confeccionados e também ajudarão a saciar a fome dos atingidos na região citada.


“Eu estava em casa, na segunda e, enquanto preparava um bolo para esperar meu marido e filho que chegariam do trabalho, quando me perguntei: o que posso fazer para também ajudar? Deus me deu como  resposta: faça pães”, relata Sandra, que continua:


“Eu tinha 15 quilos de farinha em casa, então, chamei minhas amigas que são vizinhas, estas trouxeram mais 10 quilos e ainda seus fornos para assarmos e, todas nós: eu, a Valéria Zarnot, a mãe dela, dona Zilda Zarnot, e a Rose Pires, e também com a ajuda de um empresário dono de lojas em Canguçu e em Piratini que doou farinha, colocamos as mãos na massa e, com muito amor, preparamos este alimento sagrado”.


Valéria acrescenta: “Estamos nos sentindo muito felizes. Eu não consigo mais assistir televisão, pois só se vê e ouve tristeza. Temos casa,  comida e tudo mais que a estas pessoas faltam nesse momento”.


Já Zilda, 53 anos, antes mesmo de ser questionada sobre como se sentia diante do que elas fizeram, não conseguiu contribuir para a matéria, colocou as duas mãos no rosto e chorou durante toda a entrevista diante da atual realidade de grande parte da população gaúcha.


Enquanto a reportagem do Eu Falei conversava com as três, uma vez que Rose não pode se fazer presente, recebeu uma mensagem de áudio de Moira dos Santos Dias, 36 anos, piratiniense, e que, em Pelotas, há oito anos criou e é responsável pelo projeto social, Amor Solidário.


Moira relatou que, nos residenciais: Acácia, Jardim do Obelisco, Azaleia e no Condomínio Aragano, locais usados como rota de fuga para desalojados na cidade  e que buscaram abrigo na casa de parentes, faltava comida e, naquele dia, 80 pessoas, entre estas, muitas crianças, não tomaram nem mesmo café, pois não havia sequer pão para a primeira refeição do dia.


Ao ouvirem o áudio, Sandra e as amigas imediatamente decidiram: outra vez entrariam em ação e também iriam ajudar. A seguir, pelo Facebook, rede onde o vídeo do exemplo a ser seguido foi postado, pediram farinha e, rapidamente, outros 70 quilos do alimento que, no mínimo renderão, outros 1.200 pães a serem levados para o município vizinho na próxima segunda-feira (13) foram doados.


“Nós vamos fazer mais pães. O que está acontecendo é muito triste, mas nosso coração está aqui, cheio de amor e carinho e vai também para vocês, de Pelotas”, afirmou Sandra.


Reportagem: Nael Rosa

116 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page