top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Idosa que teve a casa totalmente destruída pelo tornado, pede ajuda da comunidade para recomeçar a vida

Foto: Nicole Kinipel

 A força do vento derrubou todas as paredes da moradia que abrigava a aposentada e o seu filho, Noan

“Segundos depois de eu mover a cama do meu filho de posição para que as cobertas e o colchão não molhassem, pois também chovia forte, a parede caiu em cima dela. Sozinha, assustada e pensando que eu ia morrer, corri para o galinheiro e lá fiquei, junto às galinhas, até o amanhecer”.


Emocionada e sentada no sofá, único móvel que restou e que agora se encontra posicionado no centro do que até então lhe serviu de moradia, foi assim que a aposentada, Isabel Pereira Varante, 63 anos, moradora do Assentamento Nova Canaã, 2º Distrito de Piratini, começou a entrevista ao site Eu Falei, a quem recorreu com o objetivo de sensibilizar a comunidade a ajudá-la a reerguer e mobiliar a casa que desabou durante o tornado que atingiu o município na madrugada de 21 de março.


Da estrutura que tinha três quartos, banheiro, cozinha e sala, nada restou e, diante do que poderia ter sido dada à velocidade do vento quando este tocou o solo, ela sabe que teve muita sorte em não perder a vida, saindo do triste episódio apenas com escoriações.


Aos amigos, principalmente os vizinhos, coube agora a mobilização para arrecadar através de ações que incluem a promoção de um bingo no salão de outro assentamento: o Conquista de Liberdade, dinheiro e móveis para ajudar a idosa cujo a única renda é o salário mínimo, suficiente segundo ela, apenas para garantir mensalmente o pagamento dos alimentos, fornecimento de energia e os muitos medicamentos para tratar os problemas de saúde que tem.


Entre os engajados na causa, estão, Nicole Kinipel, 21 anos, e seu marido André Garcia, a quem Isabel recorreu após o amanhecer do dia em que toda a zona rural da cidade foi atingida pelo evento climático.


“Ela caminhou até nossa casa que não fica tão perto de onde ela morava. Eram seis horas da manhã quando ela chegou pedindo socorro. Damos a ela um café e, a seguir, a levamos para o Pronto Atendimento do hospital para tratar os ferimentos”, relembra Nicole, que abrigou a vizinha no primeiro momento.


Até que a casa seja reconstruída, Isabel e o filho Noan Varante, foram alojados em um imóvel que estava abandonado e que também foi atingido, tendo parte do telhado arrancado, mas que já teve o reparo necessário feito, e que agora precisa ser estruturado para que ambos possam morar até que a ajuda das pessoas permita a reconstrução da sua moradia.


“Espero que as pessoas me ajudem. Pode ser com qualquer valor e também com móveis que não usem mais. Estou triste, ainda assustada, mas com esperança”, finaliza a assentada.

A chave Pix para doações em dinheiro, pertence a Noan, sendo esta, o seu CPF: 02985603056


Reportagem: Nael Rosa

 

150 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page