top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Parceria entre Corsan e município garante um milhão de litros d'água por mês para combate à estiagem

Foto: divulgação

Cinco vezes por dia, caminhões da Prefeitura são abastecidos pela Corsan

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), tem sido uma parceira constante da Prefeitura de Piratini no combate à estiagem que também assola o município de 20 mil habitantes.


Graças à doação de água diariamente feita pela companhia, os reservatórios existentes nas residências de famílias na zona rural são abastecidos e garantem o consumo humano, num esforço conjunto que em quatro meses de seca já oportunizou a entrega de milhões de litros d’água.


“Os caminhões da Prefeitura são carregados até cinco vezes por dia no pátio da Corsan, o que ocorre desde novembro do ano passado, portanto há quatro meses. Desde então é distribuído cerca de um milhão de litros d’água por mês, isso sem nenhum custo, inclusive para quem consome o líquido no interior, uma parceria avalizada pelo regional e que garante que famílias tenham água para consumo e também para atividades domésticas”, detalhou Daniel Gautério, gerente da companhia em Piratini.


Segundo o levantamento feito por Leonardo Polina, secretário de Desenvolvimento Rural, já são 300 famílias atendidas com o serviço para qual são usados dois caminhões que, juntos, têm a capacidade de armazenar 21 mil litros d’água, mas mesmo assim, ele se mostra preocupado, pois diariamente sua pasta registra mais pessoas pedindo ajuda nesse sentido.


“A situação piora a cada dia que passa. Há os distritos mais afetados, mas em alguma parte do interior do município sempre vamos encontrar alguém em apuros e sem água para beber, preparar as refeições ou fazer a higiene pessoal, por exemplo,”, lamenta Polina.


Ele também enfatiza a parceria com a Corsan, que dá todo o suporte para os condutores dos veículos que transportam o líquido, possam se desdobrar na missão de diariamente fazer todas as rotas existentes.


“A Corsan tem sido uma grande parceira, já que a missão não é fácil. São solícitos e nunca nos deixam empenhados, pois muitas vezes nossos motoristas precisam abastecer os caminhões de madrugada ou irem até uma parte da noite trabalhando, e ela dá o suporte necessário para que prestemos esse serviço à população”, finaliza o secretário.


Reportagem: Nael Rosa

142 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page