top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Paulinho do Porão promoverá no Dia do Trabalhador, a 1ª Mostra Musical da Comunidade Afrodescendente de Piratini


Foto: Dagmar Funari

Empresário, um dos muitos prejudicados financeiramente durante a pandemia, agora foi beneficiado com recursos decorrentes da Lei Paulo Gustavo

O dia que celebra o trabalho e o trabalhador no Brasil, 1º de maio, feriado nacional, também será a oportunidade para quem pertence à raça negra no município, ter um espaço dedicado à sua arte.

Com a promoção e realização do empresário Paulo Fabiano Teixeira, 50 anos, o Paulinho do Porão, acontecerá nesta data e, a partir das 17h, em frente à Casa da Camarinha, local onde toda a estrutura será montada, a 1ª Mostra Musical da Comunidade Afrodescendente de Piratini, momento em que a comunidade poderá, gratuitamente, assistir a shows de pagode, samba e outras tantas apresentações que destacarão a cultura do povo negro, inclusive, as religiões de matriz africana, como por exemplo, o candomblé.

 

O evento é o resultado do projeto feito por Paulinho, com o suporte da Ema Produções e Eventos, que foi inscrito e aprovado pela Lei Paulo Gustavo, criada em 2022  com o objetivo de socorrer com recursos do governo federal, o setor cultural, um dos mais afetados durante o período que durou a  pandemia de Covid-19.

 

“Eu, não só como empresário da noite, mas também como prestador de serviço, pois  além de ser dono de uma casa noturna, tenho uma  sonorização que é alugada para todo tipo de festa, fiquei totalmente descapitalizado, o que me levou a demitir e pagar os direitos trabalhistas de três funcionários. Ainda atrasei aluguéis, faturas de água e luz, sem falar que , que não tive dinheiro para o sustento básico, meu e da minha família e para honrar todas as minhas demais obrigações”, revela Teixeira.


Sobre a mostra, ele disse que a ideia veio a partir do momento em que, segundo sua concepção, os negros residentes na cidade não têm, de fato, oportunidades para mostrarem seu talento.


“Já são 20 anos morando em Piratini, e, ao menos eu, nunca vi algo dedicado somente a eles. Quando digo isso, estou me referindo somente às apresentações e não ao público que pode e deve comparecer à atração, afinal, as pessoas de todas as raças são nossas convidadas para se fazerem presentes”, frisa.


Quanto ao local escolhido, Paulinho disse que observa não ser essa área da cidade, onde também há muitas casas com acervo arquitetônico a ser destacado e valorizado,  já que tudo neste sentido é, em sua opinião, direcionado ao Centro Histórico Farroupilha. Assim, não somente a beleza da Casa da Camarinha será enfocada, mas também a beleza do prédio da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, e todos os demais casarões localizados próximos a esta.


Entre os já confirmados, estão o Grupo Estação Melanina, o vocalista do Gaudérios do Sul, Adão Paulo, o grupo de dança da Escola  Rui Ramos, cantores de Hip Hop e Rap, inclusive de Pelotas, o Grupo Quatro Cantos, e os demais que quiserem se inscrever para participar sem nenhum custo, o que já pode ser feito através das redes sociais do promotor, digitando no momento da busca, tanto  no Facebook como no Instagram, Paulinho do Porão e Porão Sertanejo, e ainda ligando ou chamando pelo WhatsApp: 53- 984-289855.


Reportagem: Nael Rosa

 

160 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page