• Nael Rosa

Piratini sediou o XIII Encontro Regional de Ovinocultura

Foto: divulgação

Ovinocultura da região foi destaque no município

Piratini sediou no dia 29 de abril o XIII Encontro Regional de Ovinocultura, realizado no Parque do Sindicato Rural, um dos promotores em parceria com a Emater, Prefeitura Municipal e Governo do Estado do Rio Grande do Sul.


Este ano participaram produtores de dez municípios da região, que submeteram seus animais ao crivo dos jurados no XIII Concurso Regional de Borregas, etapa seguinte ao certame municipal, onde técnicos da Emater visitam as propriedades situadas nas zonas rurais de cidade para ajudar ao criador a agregar valor a lã que posteriormente será comercializada.


“Coletamos a lã das chamadas raças laníferas, como por exemplo, a Ideal, Corriedale e Merino. Após isso as amostras seguem para a Associação de Criadores de Ovinos (ARCO) para que a micronagem seja então feita e se possa escolher quais ovelhas participarão do concurso”, explica Benhur Martins, engenheiro agrônomo e chefe do escritório da Emater em Piratini, que acrescenta que esse acompanhamento proporciona um melhoramento genético e ainda um relatório do produto que é apresentado ao comprador no momento da venda.


O evento abriu espaço ainda para os subprodutos derivados da lã, pois em paralelo foi realizado o XIII Concurso Regional de Artesanato em Lã, que proporcionou também a venda de peças de vestuário fabricadas a partir desta matéria prima e que já são conhecidas nacionalmente.


Leonardo Polina, secretário de Desenvolvimento Rural, disse que particularmente é um apoiador deste tipo de evento por ser de família de produtor rural e considera essa oportunidade salutar, pois reúne pessoas de diferentes lugares para a troca de experiências e de informação sobre o terceiro maior rebanho do país.


“Foi uma grande oportunidade e há anos tentávamos sediar este evento também junto com a Emater que é um braço parceiro da secretaria, pois juntos fizemos a parte técnica e essa micronagem do rebanho chancela este atestado de qualidade para criador proporciona que ele venda sua lã por um valor real, ou seja, sem sofrer nenhuma perda no momento de comercializar”, destaca Polina que comemora a reunião de 50 lotes de borregas em Piratini.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com


127 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png