• Nael Rosa

Polícia Civil prende duas pessoas na Operação Camponês em Piratini

Foto: Polícia Civil

Na manhã da quinta-feira (11), a Polícia Civil de Piratini esteve em ação sob o comando do delegado titular, Rafael Vitola Brodbeck, que contou com o apoio de policiais civis de outras unidades e também da Brigada Militar do município.


O movimento das autoridades foi para desencadear a Operação Camponês, tendo como alvo a zona rural da cidade.


Foram cumpridos quatro mandados judiciais de busca e apreensão no 2º Distrito, a partir de diversos inquéritos que investigam uma quadrilha suspeita de ameaças e roubos à residências, furtos e danos com o objetivo de amedrontar assentados da reforma agrária a venderem ou liberarem ilegalmente seus lotes.


Da operação resultou a apreensão de armas de fogo ilegais, sendo que uma delas comprovou-se ser furtada. Também foram encontradas uma motosserra, defensivos agrícolas sem nota fiscal, e aparelhos celulares, bem como documentos que comprovam a transferência ilegal dos lotes, o que conforme o delegado, servirá de subsídio para a investigação das ameaças contra o patrimônio.


Da ação restaram presos um homem de 37 anos, por posse irregular de arma de fogo, ao qual foi arbitrada a fiança, e outro indivíduo de 62 anos, também pelo mesmo crime, mas nesse último caso, ainda por receptação. Este foi encaminhado ao Presídio Estadual de Canguçu.


Reportagem: Nael Rosa


726 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png