top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Polícia Civil prende radialista suspeito de estupro de vulnerável em Piratini


Uma ação policial ocorrida na quinta-feira (31), de responsabilidade da Delegacia de Polícia Civil de Piratini, terminou com a prisão no bairro Princesa Isabel, de um homem, de iniciais A. L. O., de 68 anos, pelo crime de estupro de vulnerável.


O Eu Falei apurou que se trata de uma figura influente na comunidade que coordena inclusive, há muitos anos, um grupo de idosos no município, tendo também um programa de rádio onde o público alvo é a terceira idade.


O desfecho do caso também foi possível a partir de denúncias feitas ao Conselho Tutelar de Piratini que, desde 2020, apura a situação envolvendo quatro meninas com idade inferior a 12 anos. O órgão encaminhou todos os casos ao Ministério Público e também à DP local, que, através de sua equipe, prendeu nesta quinta o idoso e o encaminhou para o sistema carcerário de Canguçu.


Outra possível vítima será ouvida em outubro, o que pode complicar ainda mais a situação do abusador.


As conselheiras tutelares destacam que o abusador geralmente inspira confiança, não tendo cara e nem comportamento visível em relação a este crime que muitas vezes ocorre no seio da família, portanto, se faz necessário a denúncia que pode ser anônima, quando sempre é preservada também a vítima do abuso.


Além do Disque 100, em Piratini é possível denunciar casos de estupro de vulnerável e pedofilia, bem como outros casos envolvendo crianças e adolescentes, também através do telefone do Conselho Tutelar: 53- 991495180. Todas as denúncias são apuradas.


Reportagem: Nael Rosa


6.542 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page