• Nael Rosa

Após denúncia, prefeito de Piratini afasta servidora da Secretaria de Cultura e Turismo

Foto: divulgação

Márcio Porto disse que sua decisão é para que a funcionária possa se defender

Os partidos de oposição: PDT, Progressistas e PT, foram autores de um requerimento na sessão ordinária desta quinta-feira (22), que convoca a secretária de Cultura e Turismo, Caroline Caetano, para comparecer a Casa e como isso esclareça os motivos que levaram à demissão de uma assessora da pasta no dia 17 de setembro.


Segundo fontes do Eu Falei, a assessora estaria envolvida em atos que estão em desacordo com a organização do evento no tocante à contratação de parte das atrações que estiveram no Palco do Rio Grande durante a Semana Farroupilha de Piratini.


A reportagem fez contato com o prefeito Márcio Porto, que fez questão de deixar claro que o afastamento da servidora não significa imediatamente que ela tem culpa, mas que isso foi preciso para garantir a ela a ampla defesa.


“A afastamos porque houve uma denúncia que chegou até nós pelo aplicativo WhatsApp, mas não vou dar maiores detalhes agora sobre isso. É preciso deixar muito claro que não quer dizer que ela tenha feito algo errado, mas é preciso dar à servidora a oportunidade de se defender enquanto denunciada. Se ao final da sindicância que já abrimos ficar comprovado que ela não tem culpa, se for da vontade dela, será reintegrada ao quadro de funcionários da Prefeitura”, esclareceu o prefeito, que acrescentou:


“Não posso falar das pessoas e não a acusamos ou julgamos, pois isso cabe à Justiça e ao Ministério Público caso fique comprovado alguma irregularidade. Reitero: não a estamos acusando de nada, e temos que dar condições de ampla defesa. Eu, enquanto prefeito, fui obrigado a tomar essa providência, pois recebemos uma denúncia”, afirmou Porto.


Reportagem: Nael Rosa


2.828 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png