• Nael Rosa

Prefeitura anuncia conclusão do novo Canil e ativista reclama da estrutura

Foto: Prefeitura de Piratini

Estrutura está pronta e aguarda liberação para ser inaugurada

Com R$ 90 mil doados pelo Poder Judiciário e o valor total de R$ 146 mil quando adicionado o montante da contrapartida do município, a Prefeitura de Piratini anunciou na segunda-feira (17), a conclusão das obras do novo Canil Municipal que pretende abrigar, a maioria deles temporariamente, os cães recolhidos das ruas e cuidados pela Ong Amigo do Bicho.


O final da obra deve dar em breve uma solução para o problema causado pelo mau cheiro exalado pela urina e fezes dos animais confinados na instalação que funciona no bairro conhecido como Chácara do Canil, o que gera constantes reclamações dos moradores.


Prometida para o primeiro semestre de 2019 pela atual administração, a obra sofreu um atraso, o que à época foi justificado dado à contenção das duas últimas parcelas da cifra doada pela Justiça.


O novo espaço tem 52 metros quadrados destinados a parte do funcionamento, mas, conforme afirmou ao Eu Falei no ano passado a arquiteta Bibiana Wustrow, o total à disposição no Cerro do Galdino, princípio da zona rural da cidade, é de 289 metros quadrados, com cozinha, 19 baias onde os cães irão dormir, área de serviço, área de serviço e sanitário.


Ao ser informada do fim da obra, a ativista Carla Kramp, que coordena a Ong Amigo do Bicho há sete anos, procurou o site para tecer reclamações sobre o que, segundo sua opinião, é uma falha do projeto da prefeitura.


“Não há rede d’água, não há rede de energia passando, portanto, não tem luz, a não ser na parte de castração, o que está em desacordo com o projeto que a própria prefeitura apresentou perante a ação civil pública. Como eu farei para ir lá à noite por uma estrada estreita e que quando chove vira um atoleiro? Indagou a ativista.


Através da Assessoria de Comunicação, o prefeito Vitor Ivan Rodrigues, o Vitão (PDT), se manifestou sobre as reclamações.


“A construção do canil está conforme o acertado com o judiciário e a liberação para seu funcionamento está sendo feita junto ao Conselho de Medicina Veterinária. O que a ong requisita são melhoras na estrutura, o que o município fará conforme as condições existentes”, diz a nota.


A mesma é finalizada se referindo ao abastecimento d’água, informando que foi instalada uma caixa d’água no local e que esta será abastecida por caminhão pipa, já que não há rede da Corsan, mas que o líquido para a higiene não faltará. Quanto à parte elétrica, a afirmação é de que a mesma está sendo executada e os holofotes foram colocados.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 53- 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com

731 visualizações
funeraria.jpg
1/2
1/2
Registre-se no nosso site e receba avisos de novas notícias!
  • perfil oficial

© 2021 por Nael Rosa. Produzido por Piratini Commerce