top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Prefeitura inaugura neste sábado as estruturas que formam o novo CRAS no Padre Reinaldo

Foto: Odemar Rocha

Nova estrutura composta por dois prédios, custou em torno de R$ 300 mil

A Prefeitura de Piratini inaugura no sábado (9), a nova estrutura do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), construída no Padre Reinaldo, bairro que, mesmo recebendo seguidos investimentos das últimas gestões do município, ainda concentra o maior número de famílias que necessitam de ajuda para manter-se.


São dois prédios: o antigo CRAS, que tinha dimensões pequenas para a demanda que possuía, foi reformado ao custo de pouco mais de R$ 40 mil, grande parte desse montante, decorrente de programas sociais do governo do estado.


Já a segunda estrutura, onde o investimento ultrapassou R$ 300 mil, valor dos cofres do município, deverá oferecer, a partir da chegada e instalação dos equipamentos, uma sala de computação que servirá tanto para a capacitação de moradores que receberão curso de noções básicas de informática, bem como para a impressão de documentos e de currículos que, assegura o secretário de Cidadania e Assistência Social, Daniel de Moura, serão enriquecidos pelas formações previstas no programa de governo da atual administração.


“Continuaremos a distribuir pães, mas também, ensinaremos a fazer esse tipo de alimento e, ainda também salgados, por exemplo, na padaria para qual a Prefeitura já adquiriu equipamentos. Isso servirá não só para que todos aprendam uma profissão e possam ir em busca de emprego, mas ainda proporcionar a estes uma renda extra no caso da pessoa já ter outro ofício”, detalhou Moura.


Ele acrescentou que, o prédio o qual os moradores do bairro terão como referência, é amplo o suficiente para abrigar uma cozinha industrial, local onde será possível dar cursos de gastronomia.


“Não tenho dúvidas que, com tudo isso, ofereceremos muitas oportunidades para as pessoas mudarem de vida, serem independentes financeiramente e não mais ficarem reféns do assistencialismo, dependendo entre outros tipos de ajudas, de uma cesta básica do final do mês, o que com certeza, não resolve a situação de ninguém”, conclui.


Reportagem: Nael Rosa

118 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page