• Nael Rosa

Progressistas dá ultimato a filiados que tem cargos na atual administração em Piratini

Foto: Nael Rosa

Presidente da sigla reiterou que não admite a atual situação

O Progressistas decidiu dar um ultimato aos filiados da sigla que ocupam cargos na atual administração em Piratini e que tem à frente o prefeito Márcio Porto, do MDB.


Segundo uma nota que foi distribuída na segunda-feira (4) a Comissão Executiva Municipal e o Diretório Municipal, com o aval de filiados presentes à reunião realizada na Câmara de Vereadores no dia 30 de março, pertencentes ao partido que ocupem cargos em comissão ou funções gratificadas, têm 30 dias para tomar a decisão de permanecer nos empregos ou requisitar a desfiliação.


“Não aceitamos isso, pois o Progressistas não faz parte dessa administração, sendo oposição ao atual governo. Não coligamos com o MDB na eleição em 2020, portanto não há nada que justifique essa situação”, disse o vereador Manoel Rodrigues, presidente do PP, que acrescenta: “ou entregam o cargo ou saem do partido, nas duas não vão ficar”, garante.


Rodrigues estima que entre 10 e 12 filiados estejam trabalhando na Prefeitura, e caso estes não obedeçam a nova normativa, todos serão submetidos ao Conselho de Ética da legenda, tendo como sanção a expulsão do Progressistas.


Na última eleição municipal a sigla se manteve neutra, não apoiado nenhum dos partidos que disputaram a Prefeitura, mas Márcio Porto teve o apoio unilateral do ex- presidente e vereador Alex Matos que é funcionário de carreira do município e de outros filiados à legenda de oposição ao MDB.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com

867 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png