• Nael Rosa

Roberto Porto se reinventa e GP faz sucesso no setor de encomendas

Foto: Divulgação

GP Transportes atua no mercado desde 2002

Se reinventar diante da pandemia passou ser uma necessidade para todo o empresário que precisa recuperar, ao menos, parte dos lucros e clientes.


Para Roberto Porto, 40 anos, proprietário da empresa GP Transportes, a saída foi tirar os bancos traseiros de uma van que possui e passar a ofertar o serviço de encomendas de Piratini para Pelotas, uma necessidade após ver todos os seus nove ônibus parados na garagem, uma vez que, as viagens de turismo e as aulas da Universidade Federal de Pelotas paralisaram.


“É um novo serviço oferecido pela GP que atua no mercado desde 2002, que veio para ficar. Transportamos de tudo, até um remédio que não temos em Piratini, buscamos em Pelotas. No inicio eu é quem fazia, mas agora não dou mais vencimento”, conta Porto.


Para a UFPEL, a empresa mantinha três horários diários para transporte de estudantes, contrato em nível municipal, estadual e até internacional, o que será retomado quando finalmente surgir uma vacina para a Covid-19.


“Comecei levando e trazendo colegiais no município, agora fizemos isso também para Candiota e Hulha Negra. Quanto às encomendas, me surpreendeu a quantidade de itens que saem de Piratini para Pelotas. Está um sucesso, ou seja, hoje entendo que, por pior que signifique uma situação adversa, há algo de bom que podemos tirar dela, pois 2020 seria um divisor de águas para a GP, muitos investimentos, mas não deu e com as encomendas ingressamos em um novo mercado”, explica Roberto Porto que já chegou a disponibilizar dez ônibus para um Dia de Campo da faculdade.


Reportagem: Nael Rosa

Contato: 53- 9-99502191

Email: naelrosaeufalei@gmail.com

454 visualizações
funeraria.jpg
1/2
1/2
Registre-se no nosso site e receba avisos de novas notícias!
  • perfil oficial

© 2021 por Nael Rosa. Produzido por Piratini Commerce