top of page
  • Foto do escritorNael Rosa

Sumiço de cães de forma misteriosa é investigado por ativistas da causa animal em Piratini

Foto: divulgação

Luke, Pastor Alemão da família Drum, é um dos cães desaparecidos-

As ativistas da causa animal ligadas à Ong Amigo do Bicho e ao Projeto São Francisco de Assis, estão envolvidas em uma investigação para tentar descobrir o paradeiro de cães, sejam eles comunitários, ou seja, que foram recolhidos das ruas, castrados e depois novamente soltos nos locais de origem, mas também cachorros e cadelas com donos que estão sumindo misteriosamente em Piratini.


A reportagem conversou com Elenara Adamoli, envolvida na busca pelos desaparecidos, e ela relatou que os animais que somem têm as mesmas características, tendo entre três e oito anos, de portes avantajados e saudáveis.


Segundo a ativista, já se sabe que os furtos ocorrem para que os cães sejam testados na lida campeira ou para caça, mas são descartados nas estradas do interior da cidade após serem testados e não servirem para as finalidades descritas acima.


“Já sabemos que alguns caçadores estão envolvidos. Não são todos, pois de forma alguma podemos generalizar. O fato é que os animais simplesmente somem e, se fossem mortos por atropelamento ou envenenamento, saberíamos, já que a Secretaria de Serviços Urbanos é quem recolhe os corpos quando isso ocorre”, detalhou Elenara.


Ela acrescentou que esses fatos estão sendo investigados desde 2022, já sendo possível descobrir que alguns animais foram levados para Pinheiro Machado, ou são vendidos numa espécie de bric, onde são negociados pelos caçadores.


Um dos cães que sumiu após sair de casa para caminhar, foi o Pastor Alemão, Luke, cachorro do empresário Régis Drum, que desapareceu em agosto deste ano.


“Ele saiu em um sábado à tarde e não voltou mais. Era um cachorro que manso e que andava na volta das crianças, mas não gostava de motos e bicicletas quando estas passavam. O Luke andava por todo o bairro Sinuelo e era bem conhecido por muita gente. Acreditamos que alguém o prendeu ou o levou para outro município”, disse Drum.


Para Elenara, se a população ajudar, dando informações em caso de presenciar um dos furtos, é uma questão de tempo para que se descubram os envolvidos nos furtos.


“Pedimos a todos que, em caso de vir alguém colocando um cão dentro de um carro, nos informe imediatamente, pois estamos atentos e vamos acabar descobrindo quem está cometendo este crime”, finalizou a ativista.


Reportagem: Nael Rosa



322 visualizações

Comments


Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page