top of page
  • Nael Rosa

Vereador relembra atropelamento por viatura da Brigada Militar que resultou em uma morte em Piratini

Foto: reprodução Facebook

Fabrício levou 25 pontos na face e quebrou o nariz, além de outras escoriações

O vereador pinheirense, Fabrício Costa, usou sua conta em uma rede social para falar do acidente ocorrido na noite de 14 de setembro próximo ao aterro sanitário de Piratini, e que vitimou fatalmente Sílvio Rodrigues, figura querida na cidade e conhecida como Sílvio Borracheiro, devido a sua profissão.


No relato, Costa disse que se considera um milagre de Deus, pois sobreviveu ao choque do seu corpo com a viatura da Brigada Militar, fato que fez com que levasse 25 pontos na face.


“Esse sou eu após um milagre de Deus. Foi o que sobrou de mim depois de ouvir um barulho estrondoso e sentir meu corpo sendo arremessado no meio da escuridão, o que me deixou gravemente ferido, tendo também arranhões nas pernas, roxos pelo corpo e o nariz quebrado”, relata o político, ao referir-se a foto tirada ainda no Pronto Atendimento do Hospital Nossa Senhora da Conceição.


Ele contou que o pneu de seu carro furou por volta das 18h do dia em que ele e Sílvio foram atropelados logo a seguir do Cerro do Sandi. Após tentar sem sucesso corrigir o problema, solicitou o socorro do borracheiro que foi até o local e levou cerca de 20 minutos para fazer o conserto. Logo a seguir, Sílvio solicitou que Fabrício fosse até sua borracharia para que ele constatasse ou não se veículo estava rodando bem.


“Quando estava indo para a cidade, notei que Silvio não seguia atrás de mim. Aguardei por cinco minutos, decidi voltar e encontrei ele com problema em seu carro. Paramos na estrada, sinalizamos com o pisca alerta e, no momento que eu estava ajudando a arrumar a roda do seu carro, foi quando tudo aconteceu”, relembra.


Costa narra que só percebeu que havia sido atropelado pela viatura da BM quando estava na frente do veículo de Sílvio e o viu deitado no chão, momento que também visualizou o carro da polícia atravessando um barranco próximo.


“Foi uma cena aterrorizante! O seu Sílvio estendido no chão, gemendo de dor, eu com o rosto dormento, completamente envolvido em sangue que corria para dentro do blusão. Após eu fazer a ligação do meu celular para a SAMU pedindo socorro, e já com outras viaturas da Brigada Militar presentes no local devido à solicitação do policial envolvido, é que os briagadianos falaram para eu ir para dentro de meu veículo e esperar sentado nele até a SAMU chegar. Devido a demora, os cortes profundos no rosto e a perda sangue, um policial militar autorizou me levarem até o Pronto Socorro de Piratini, sem ser via ambulância da SAMU, sendo que quando estávamos entrando na cidade é que a viatura do Socorro passou por nós em direção ao local do acidente”, narrou.


Fabrício Costa relembrou que, quando a equipe médica estava efetuando os últimos pontos em seu rosto, percebeu que Sílvio chegara a mesma sala em que era atendido, mas minutos depois tomou ciência da sua morte devido aos graves ferimentos.


“Ninguém está preparado para passar por isso. Vemos acidentes ocorrendo todos os dias nos jornais, mas ninguém acredita que será a vítima da vez. Acidentes são sempre causados por uma série de fatores. Enquanto cidadão e vereador, estou ao dispor da Justiça e da comunidade para que os fatores de responsabilidade pública sejam rapidamente corrigidos. A gestão de um município é feita de constante evolução e enfrentar as situações sempre foi meu lema”, escreveu.


Ele encerra o relato dizendo que lamenta profundamente a morte de Sílvio Rodrigues e que escolheu permanecer em silêncio por alguns dias porque, além dos inúmeros ferimentos, é muito difícil processar que poderia também ter perdido sua vida.


“Obrigada pelo apoio e carinho de todos e contem comigo para combater este desafio por um trânsito mais seguro, o que inclusive será mais uma das minhas pautas de trabalho dentro da Câmara de Vereadores”, encerrou.


Reportagem: Nael Rosa


579 visualizações
Modelo anúncio entre notícias2.png
Modelo anúncio entre notícias2.png
bottom of page